domingo, 25 de abril de 2010

A BATALHA DE NOSSA MENTE:


"Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento (mente) e de todas as tuas forças" (Mc. 12:30).
Tenho observado que muitos cristãos estão perdendo a batalha contra o inimigo nos lugares celestiais, porque ainda não ganharam a batalha em sua mente. Para Deus, é muito importante a saúde de nossa mente. Não haverá progresso em nossa vida espiritual se nossa mente não se colocar em harmonia com a palavra de Deus. De todos os seres criados, o homem é o único que tem a capacidade de pensar, porque é o único que foi feito à imagem e semelhança de Deus, portanto, se desejamos cumprir este primeiro mandamento, temos que prestar atenção à condição de nossa mente.
É impossível poder amar ao Senhor com toda a nossa mente se uma parte dela não se submete à Sua vontade. "O homem de coração dobre é inconstante em todos os seus caminhos" (Tg. 1:8); outra versão diz: "O homem de mente dobre é um homem com mente dividida". A inconstância espiritual que observamos em muitos cristãos é resultado de uma mente dividida: com uma parte tenta agradar a Deus e, com outra, tem comunhão com o sistema deste mundo. "A vós também que outrora éreis estranhos, e inimigos no entendimento (mente) pelas vossas obras más" (Cl. 1:21).
O apóstolo Paulo nos diz claramente que antes de sermos salvos, nossa mente estava em inimizade com Deus e que o que o homem faz é conseqüência do seu pensamento, exatamente como podemos observar no livro de Gênesis, quando o Senhor decidiu destruir a criação - "Viu o Senhor que era grande a maldade do homem na terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era má continuamente" (Gn. 6:5).
Embora o homem tenha sido reconciliado com Deus por meio do sangue de Jesus Cristo, precisamos decidir que nossa mente tenha pensamentos que nos levem a manter uma vida de comunhão com Deus. Se quisermos agradar a Deus, deve haver uma transformação em nosso modo de pensar e atuar. "Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos, e éramos por natureza filhos da ira como também os demais" (Ef. 2:3). Temos que entender que a carne por si só não pode fazer nada sem que primeiro receba ordem da mente, que foi a primeira que desejou e cobiçou.
O cristão tem a vantagem de poder controlar seus pensamentos porque tem à sua disposição a vida de Deus, a Palavra e o Espírito Santo. Se nossa mente não está em comunhão com Deus, estará então em comunhão com o mundo. "Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra" (Cl. 3:2). Deus espera que as pessoas que nasceram de novo coloquem sua mente nas coisas do Espírito. Quando a Bíblia diz: pense nas coisas lá de cima, não está dando-nos uma sugestão, mas uma ordem! Não vamos conseguir controlar nossos desejos e impulsos da carne se primeiro não tivermos o controle dos pensamentos que os ativam. A Bíblia diz como o homem pensa em seu coração, indicando que quem controla sua mente terminará controlando também o seu corpo. Note que não podemos amar a Deus com o nosso corpo, sem que tenhamos amado com a mente. "Ora, este é o pacto que farei com a casa de Israel, depois daqueles dias, diz o Senhor; porei as minhas leis no seu entendimento, e em seu coração as escreverei; Eu serei o seu Deus" (Hb. 8:10).
Hoje vivemos um novo pacto, o qual foi instituído com a morte e ressurreição de nosso Senhor Jesus Cristo e este pacto, é superior ao que foi instituído com Moisés no Sinai, porque promete uma transformação radical na pessoa que o aceita. Esse pacto se realiza à medida em que a pessoa permite que Deus coloque Suas leis em sua mente. Note como é importante receber a Palavra de Deus na mente, para que a mesma seja escrita em nosso coração. Lembre-se que Deus não faz nada em nossa vida sem que venhamos a desejar. Quando há uma decisão de colocar a Palavra de Deus em primeiro lugar, Deus a coloca em nossa mente e a escreve em nosso coração. Alguns ficam se perguntando: -Será possível que um cristão possa sofrer qualquer influência de satanás em sua vida?. Há muitos cristãos que vivem numa fantasia espiritual dizendo: - Se eu ignorar o diabo, ele vai me ignorar também.
Satanás pode atacar nossa mente! Por isto Paulo diz: "Não deis lugar o diabo" (Ef. 4:27) e Tiago exorta: "Resisti ao diabo e ele fugirá de vós” (Tg. 4:7). Satanás sabe que você jamais negará sua fé no Senhor Jesus Cristo, por isso, tenta atingir sua mente. Satanás conhece muito bem o funcionamento da mente humana; sabe que se conseguir manter sua fortaleza na mente do cristão, quatro coisas acontecerão:
1. O Espírito não terá liberdade de expressão;
2. A pessoa não terá paz em seu relacionamento e comunhão com Deus;
3. Sua mente será um instrumento para fazer o corpo pecar;
4. Não terá autoridade espiritual para lutar contra as obras do diabo.
Percebe a importância de entender o funcionamento da mente da pessoa que é nascida de novo? A mente é o campo principal da batalha dos filhos de Deus, ali se decide a vitória ou a derrota, se caminhamos em santidade ou caminhamos na carne, se teremos um corpo sadio ou enfermo.
Aquele que ocupa o maior tempo em nossa mente, será quem terá controle para levar vantagem em seu reino. Você decide se é Deus ou o diabo.
"Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento (mente) e de todas as tuas forças" (Mc. 12:30)
Que Deus nos abençoe e derrame sobre nós Sua graça!
Pra. Vânia Rorato
Ministério Internacional da Colheita

Um comentário:

Noemi disse...

Reciban muchas bendiciones desde mi blog www.creeenjesusyserassalvo.blogspot.com
VISITANDOLES DESDE EL SALVADOR CENTROAMERICA.